Reportagem

Férias dos estudantes aguardadas com muita expectativa no Dundo

João Pedro | Lunda Norte

Os habitantes da cidade do Dundo aguardam com muita expectativa a realização da 15ª edição do Campo Nacional de Férias dos Estudantes Universitários “Canfeu 2017”.

Delegação de jovens da província do Huambo à chegada ao recinto do Campo Nacional de Férias dos Estudantes Universitários “CANFEU 2017”
Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

O Canfeu é uma iniciativa da JMPLA que se realiza anualmente. Este ano, o acampamento dos estudantes universitários de todo o país vai decorrer na Lunda Norte de 20 a 24 de Fevereiro sob o lema “Juventude universitária, solidária e patriótica”.
Os estudantes vão estar alojados na Centralidade  do Dundo. Os  habitantes da cidade do Dundo esperam com grande expectativa a sua chegada. A cerimónia de abertura da 15ª edição do Canfeu vai ser presidida pelo vice-presidente do MPLA, João Lourenço.
O campo de futebol do Sagrada Esperança da Lunda Norte vai acolher o acto central e foram mobilizadas dez mil pessoas, desde participantes do Canfeu a militantes do MPLA da província, para assistirem o acto.
 A recepção dos participantes começa na província da Lunda Sul, onde recebem as boas vindas dadas pela primeira secretária da JMPLA da província, depois, percorrem de carro cerca de 296 quilómetros até à cidade do Dundo.
A chuva contribui para embelezar a paisagem com um verde espectacular em todo o trajecto. O governo provincial garantiu a organização para receber todas as delegações e convidados participantes desta edição, de forma que a juventude possa tirar proveito do programa.A acomodação dos participantes para esta edição é diferente das outras. Todos os estudantes universitários estão acomodados na Centralidade do Mussengue, onde foram criadas todas as condições de alojamento num prédio de 17 andares, de onde vão ter a oportunidade de ver o desenvolvimento habitacional promovido pelo Executivo angolano.
Dois camiões de material logístico chegaram ao Dundo para criar todas as condições para os participantes. Os técnicos e operários montaram camas em todos os apartamentos  e, no segundo andar do edifício, foi criada a sala para os jornalistas trabalharem durante as suas actividades. Os moradores da centralidade estão expectantes com a movimentação da montagem de uma enorme tenda onde as actividades serão realizadas.
O director provincial da Juventude e Desportos, Fernando Kinji, disse que o “Canfeu 2017” tem a sua especificidade, com estudantes de todo o país, de modo que possam saber as políticas e estratégias para o desenvolvimento de Angola.
Durante cinco dias, os estudantes visitam várias instituições estatais e infra-estruturas sociais e participam em actividades recreativas, culturais e palestras sobre a situação socioeconómica e política do país.
Os estudantes são distribuídos em grupos, segundo a sua formação académica, e vão realizar visitas aos hospitais, ao Tribunal Provincial, a campos agrícolas e a outros sectores produtivos da província. A jovem estudante Maria Muacaxi disse que o evento vai dar oportunidade para os jovens  interagirem.  Acrescentou que a fuga à paternidade deve ser um dos temas a ser considerado para ajudar os mesmos a terem mais responsabilidade com as suas acções no que diz respeito à assistência aos filhos. Uma vez que tem aumentado, nos últimos dias, o número de pais que fogem do seu papel. “E, como teremos muita juventude aqui presente, é oportuno aproveitar a ocasião para abordarmos esta questão”, disse.
Já o professor Muxito Chixila Lopes afirma que, durante o evento, os participantes vão ter conhecimento das potencialidades socioeconómicas e culturais que a província tem e os projectos de desenvolvimento, bem como os outros recursos naturais.Nesta edição, onde vão ser dadas a conhecer, aos jovens de outras províncias, as potencialidades económicas e sociais da província da Lunda Norte, vai-se fazer uma avaliação do que o campo de férias traz.
O primeiro secretário provincial da JMPLA da Lunda Norte, Caquece Emanhi, destacou que o secretariado nacional da JMPLA realiza este programa no sentido de fazer com que os jovens conheçam todo o país e aprendam como criar políticas para resolver os problemas sociais da população.
Com a realização das eleições este ano, Caquece Emanhi explicou que o evento é uma oportunidade para atrair mais militantes para o partido e mostrar as políticas de governação a nível provincial e do país.“Queremos que este Canfeu sirva para que os jovens universitários possam ter um espírito de companheirismo e de camaradagem, bem como aumentarem os seus conhecimentos a nível do partido”, frisou.
Na  agenda, estão programadas diversas actividades, entre as quais uma marcha de solidariedade para com os seropositivos, doenças sexualmente transmissíveis e ainda pela prevenção contra a sinistralidade rodoviária.
O primeiro secretário provincial da JMPLA  Caquece Emanhi destacou ainda a aceitação, por parte do partido, da iniciativa de uma região universitária, que, como garantiu, vai trazer inovações.
“Queremos tornar o Canfeu memorável  na Lunda Norte, que possui uma beleza cultural, além de ser a maior reserva de traços culturais e com uma história muito particular”, reconheceu.

Tempo

Multimédia