Reportagem

Investimento na construção de memoriais homenageia povo de Cassinga e Tchetekela

Angola contribuiu fortemente para o processo de luta de libertação da Namíbia. O apoio foi importante e reforçou o espírito revolucionário do povo namibiano, até à conquista da independência nacional.

O ministro das Finanças, Archer Mangueira, anunciou, na comuna de Tchamutete, município da Jamba, que o Executivo vai empregar mais de três milhões de dólares na construção dos dois memoriais de Cassinga, província da Huíla, e de Tchetekela, província do Cunene.
Archer Mangueira, que anunciou o facto à margem da cerimónia simultânea de assinatura do acordo bilateral sobre a construção de sítios memoriais em Cassinga e Tchetekela, na República de Angola, e das celebrações dos 40 anos do massacre de Cassinga, feita pelos governos de Angola e da Namíbia, disse que os fundos são do Executivo angolano e que a obra, a ser executada por uma empresa daquele país vizinho, vai ter a duração de um ano.

Tempo

Multimédia