Sociedade

2 mil quilos de liamba apreendidos no Nzeto

Fernando Neto | Nzeto

Pelo menos, dois mil quilos de liamba, camuflados em sacos de carvão, foram apreendidos, na sexta-feira, no município do Nzeto, Zaire, pela Polícia Nacional.

Fotografia: DR

O camião, que transportava os 18 sacos de liamba proveniente da comuna de Kibala Norte, situada a 162 quilómetros da sede municipal do Nzeto, seguia para Luanda, quando foi interpelado pelas forças policiais.

Ainda na sexta-feira, a Polícia apresentou à im-prensa cinco indivíduos implicados nos crimes de roubo, furto e assaltos com recurso a armas de fogo, catanas e pé-de-cabra usado para arrombar portas.
No âmbito do combate à criminalidade, o Serviço de Investigação Criminal desenvolveu uma micro-operação que resultou na apreensão de um microscópio e outros utensílios hospitalares furtados no dia 7 deste mês no Centro Médico 11 de Novembro, na vila piscatória do Nzeto.
Além do microscópio, o SIC apreendeu cinco armas de fogo do tipo AKM, 9X3, e uma caçadeira de fabrico artesanal, que se encontrava em posse do soba da aldeia do Kindege.
A autoridade tradicional alegou ter recolhido as armas para apresentar às autoridades, mas resolveu comercializá-las a caçadores.
A Polícia apreendeu ainda um aparelho de ar condicionado, um plasma de TV, 19 pares de botas, 47 pares de chinelas havaianas e 45 frascos de perfume.
Para manter a ordem e tranquilidade, a Polícia redobrou o patrulhamento nocturno na zona da Jangada, onde os meliantes desenvolvem assaltos a viaturas, aproveitando a falta de iluminação pública e o estado esburacado da via.
Fernando Casimiro, 22 anos, um dos detidos, explicou que ajudou um amigo, por volta das zero horas, a transportar bens furtados, como chinelas e perfumes. “Não sabia que se tratava de algo roubado, porque o amigo disse ter adquirido os artigos em Luanda. Em compensação deu alguns pares de chinelas”, contou.

Tempo

Multimédia