Sociedade

Acordo vai facilitar a vida das pessoas

Jesus Silva | Lobito

O Acordo-Quadro assinado entre Angola e o Vaticano, que prevê o reconhecimento da personalidade jurídica da Igreja Católica no país e a titularidade dos seus imóveis, vai facilitar a vida das pessoas e a vivência dos cristãos, afirmou José Mombo António, pároco da Igreja de São José na Caponte, no Município do Lobito.

Estado vai restituir muitos imóveis à Igreja Católica
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

José Mombo que falava ao Jornal de Angola, por ocasião da celebração do Jubileu dos 50 anos da Diocese de Benguela e 25 da Paróquia da Santa Cruz, adiantou que a assinatura do Acordo-Quadro, permite a todas as pessoas que contraírem matrimónio na Igreja Católica já não terem necessidade de efectuarem a mesma cerimónia no Registo Civil, porque simplesmente a igreja remeterá o processo às autoridades para validação.
Para a madre, Laurinda Culé, ontem foi um dia de festa e comemoração, visto que 25 anos passados entre alegrias e tristezas significam uma data muito importante e um momento de agradecer a Deus por essa oportunidade que concedeu aos cristãos presentes no acto.
Durante a homilia, o bispo emérito de Benguela D. Óscar Braga, exortou aos fiéis a perdoarem os seus semelhantes e a viverem na caridade, pois só assim se pode ser cristão, diferente das demais pessoas e filho de Deus.
“Vamos fazer uma festa de categoria que toca no fundo do nosso coração, porque quando celebrarem o jubileu de ouro, mesmo que eu já cá não esteja, a comunidade reconhecerá que os meus irmãos chegaram e vão celebrar a festa dos 50 anos. O acto contou com a presença de milhares de fiéis provenientes de várias congregações, responsáveis da Administração do Lobito e de instituições públicas e privadas.
A Paróquia do Santa-Cruz, foi erguida em 1974, por iniciativa dos portugueses madeirenses. A primeira pedra foi lançada a 7 de Abril de 1974, obra oferecida por Augusto Sacramento Alves Pereira, cuja cerimónia foi presidida pelo então Vigário Geral Mateus das Neves.

Tempo

Multimédia