Sociedade

Adolescente busca próteses na Alemanha

Rosalina Mateta

Fátima Manuel, a adolescente que perdeu os braços num acidente de viação, está na Alemanha, há dois dias, onde busca uma solução clínica. Um ano e cinco meses depois do infortúnio, na quarta-feira, à noite, Fátima Manuel, na companhia da mãe, viajou para a Alemanha com o objectivo de colocar um par de próteses.

Fátima Manuel (segunda a contar da direita) perdeu os braços num acidente de viação
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

Em Dezembro do ano passado, o Jornal de Angola noticiou que Fátima Manuel, adolescente de 15 anos, atropelada por um condutor imprudente, em Setembro de 2017, aguardava ajuda de uma instituição angolana a fim de viajar para o exterior e receber assistência clínica adequada.

Na altura, apesar do desânimo de Fátima, a mãe estava crente que a ajuda viria da instituição que, à partida, se mostrou sensível com o caso da menina.
De facto, de acordo com Lurdes Manuel, a consumação da viagem foi possível graças a intervenção desse mecenas, que providenciou apoio financeiro para o tratamento de Fátima e a permanência de ambas na Alemanha.
Desconhecendo o tempo de permanência naquele país, Lurdes Manuel espera que a filha volte fisicamente reabilitada e se cumpra o seu desejo. “Só quero os meus braços de volta”, pediu Fátima, em Outubro de 2017.
No dia da partida, no Aeroporto Internacional “4 de Fevereiro”, Fátima mostrava-se ansiosa e muito entusiasmada, mas não se esqueceu de agradecer “a todas as pessoas de bom coração” que a apoiaram directa ou indirectamente. Lurdes Manuel, a mãe, que não se cansava de louvar o gesto da instituição que as apoiou, agradeceu, igualmente, a ajuda de todas as pessoas, desde aquelas que depositaram algum dinheiro na conta da família, ao cidadão português Rui Magalhães, que se predispusera a levar Fátima para o seu país, e ao Ministério da Saúde que, nos últimos meses, se interessou pelo dramático caso.
Fátima Manuel foi atropelada no dia 23 de Setembro de 2017, em Viana, bairro Mirú, onde reside, quando regressava de um ensaio do coral da Igreja.

Tempo

Multimédia