Sociedade

Angolano faz descoberta de um campo magnético

O inventor angolano Hélder Silva afirma ter descoberto há dois anos que um campo magnético tem uma só polaridade ao invés dos pólos Norte e Sul. Em declarações à Angop, a propósito da sua participação na feira Innova World e Innova Social 2014, Hélder Silva disse que fez a descoberta através de uma injecção de um campo magnético residual e com a ajuda desse campo anula o outro pólo.

O inventor/criador angolano Helder Silva ficou com o segundo lugar da Feira INNOVAWORLD e INNOVA SOCIAL 2014
Fotografia: Angop

Com este procedimento, explicou, pode-se provar o sentido de orientação dos campos e porque os planetas deslocam-se continuamente.
De acordo com o inventor, é necessário fazer uma demonstração com os técnicos da área para ver de facto a funcionalidade da descoberta, tendo admitido que pode servir de pesquisa para os estudantes de várias universidades do Mundo.
O inventor afirma ter conseguido localizar, depois de muito trabalho, o movimento das linhas magnéticas e injectando um campo residual neste pólo cria-se um outro campo que anula o primeiro.
“Penso negociar a experiência com as universidades de forma a justificar mais fenómenos a nível da gravidade e electromagnetismo”, referiu Hélder Silva, que ficou em segundo lugar na feira com o projecto de um sistema de transmissão de dados das caixas negras sem contacto físico.
A feira foi realizada em alusão à 11.ª Semana Estadual da Ciência e Tecnologia do Estado de Espírito Santo ( Brasil), na qual, segundo o inventor, além do trabalho premiado, o angolanos apresentou um sistema de sinalização automóvel de curvas mesmo em intermitentes.

Tempo

Multimédia