Sociedade

Anunciada monitorização na gestão do ensino

Alexa Sonhi

A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação anunciou ontem, em Luanda, uma monitorização profunda da gestão das instituições do sector, no sentido de reduzir o espaço de corrupção, do tráfico de influências e de outras práticas nefastas.

 

Ministra do Ensino Superior
Fotografia: Eduardo Pedro | Edições Novembro

Maria Bragança Sambo, que falava na abertura da semana formativa dos gestores de recursos humanos do sector que dirige, em parceria com o Ministério da Administração Pública, Emprego e Segurança Social, garantiu que  vão ser identificados os casos de transgressão administrativa  e os seus autores, o que vai facilitar a tomada de medidas para se acabar com o sentimento de impunidade.
Com o plano de formação em curso, a ministra disse esperar que os processos instruídos nas instituições públicas de ensino superior e a tramitação dos mesmos passem a  ser revestidos de legalidade e conformados com as normas, e procedimentos exigidos para cada um destes actos administrativos.
Para Maria Bragança Sambo, a formação dos gestores de recursos humanos representa apenas a primeira fase, na mediada em que todos os participantes deverão agendar outras sessões de formação nas instituições onde trabalham, para a que a transferência de conhecimento con-
tinue a ser feita, visando o desenvolvimento profissional dos técnicos.
“Pensamos ser importante capacitar e orientar aqueles que têm a responsabilidade de gerir os recursos humanos e conceder os diferentes pareceres aos gestores das instituições públicas de ensino superior. Isso permite que tudo seja em conformidade com a legislação em vigor e de acordo com as boas práticas de administração pública”, sustentou.
A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação disse que por forma a tornar as instituições do ensino superior mais célere, o gabinete de Recursos Humanos, por intermédio dos seus técnicos, têm percorrido o país pelas regiões académicas.

Tempo

Multimédia