Sociedade

Arlindo Vunge Miguel apurado com 20 valores

Augusto Cuteta

Arlindo Vunge Miguel, candidato apurado com 20 valores nos exames de admissão de novos estudantes aos cursos de Engenharia e de Ciências da Universidade Agostinho Neto, pode vir a beneficiar de uma bolsa de estudo interna, admitiu, ontem, a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação.

Fotografia: DR

Maria do Rosário Sambo disse que o jovem, de 20 anos, representa um orgulho para o país, por ter obtido a nota máxima no exame de acesso aos cursos de Electrotecnia e Matemática. 

“O estudante deve ser acompanhado”, reconheceu a ministra, assegurando que tudo vai ser feito para que Arlindo Vunge Miguel receba uma bolsa interna. “Vamos fazer como a Universidade Agostinho Neto faz com os outros jovens de mérito”, salientou Maria do Rosário Sambo.
O feito do jovem é até hoje largamente comentado nas redes sociais. Ao portal Platinaline, o jovem disse “este é um sonho que está a começar” e explicou que a caminhada, desde a inscrição até ao momento das provas, não foi fácil, mas o sonho de tornar-se num grande engenheiro de Electrotecnia levou-o a encarar todos os desafios por que passou.
“Desde pequeno, sempre quis ser um engenheiro de profissão, então, decidi fazer a inscrição nos dois cursos. Não foi fácil, mas, com muito estudo e dedicação, consegui alcançar este sonho que começa agora”, contou Arlindo Vunge Miguel. O novo estudante da Faculdade de Engenharia deixou um recado a todos os que tentaram, mas não conseguiram entrar para a universidade. “O facto de não terem conseguido entrar para a universidade não significa que devem desistir dos vossos sonhos. Estudem e acreditem sempre que podem e são capazes.”

Tempo

Multimédia