Sociedade

Assegurada inclusão em projecto social

A quinta fase do projecto “Vem Comigo”, que colocou no processo produtivo 1.712 pessoas com deficiência da província do Bié, termina na segunda-feira, três anos depois de ter começado.

Projecto “Vem Comigo” protege as pessoas com deficiência
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

A informação foi avançada na sexta-feira à Angop pelo coordenador do projecto, Silva Lopes Etiambulo, que informou terem os beneficiários sido enquadrados em cooperativas agrícolas, criadas nos municípios do Andulo, Chinguar, Nambuagongo e Chipindo. No mesmo período, 1.332 pessoas com deficiência receberam formação em canalização,  serralharia, carpintaria, alvenaria e electricidade no centro de formação móvel do município de Nharea, província do Bié.
Silva Lopes Etiambulo acentuou que, devido à grande procura registada, estão a ser construídas três salas de aulas, onde vão ser ministrados os cursos de culinária, corte e  costura, sapataria e informática.
A sexta fase do projecto começa a ser executada ainda este mês, garantiu Silva Lopes Etiambulo, que disse haver já verbas disponibilizadas para esse efeito.
A próxima fase vai ser desenvolvida no Centro e Leste do país, onde um elevado número de pessoas com deficiência necessita de apoios. O  projecto “Vem Comigo” é financiado pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, supervisionado pela Fundação Lwini e coordenado pela Associação Nacional de Deficientes de Angola (ANDA).

Tempo

Multimédia