Bárbara de Sá Nogueira foi sepultada em Luanda

Neusa de Menezes|
6 de Junho, 2013

Fotografia: Rogério Tuti

Os restos mortais de Bárbara Marise Menezes de Sá Nogueira foram enterrados ontem, às 10h00 no Cemitério do Alto das Cruzes, em Luanda num abiente de muita consternação.

A gerente do Banco Millenium Angola (Sede da Rua Joaquim Kapango) foi assassinada à facada por Judite Maria da Graça da Silva e mais quatro cúmplices, por motivos ainda não esclarecidos pela Polícia Nacional.
Familiares, colegas e amigos foram ao Cemitério do Altos das Cruzes acompanhar a vítima à última morada. Estavam presentes mais de 500 pessoas em choque com o desfecho do caso, porque a vítima tinha desaparecido na passada quinta-feira, depois de deixar uma filha de 11 anos no colégio. Bárbara Marise Menezes de Sá Nogueira é mãe de duas adolescentes e foi brutalmente assassinada pela mandante do crime e seus cúmplices. Foi ela que mostrou aos agentes da Polícia Nacional o local onde se encontrava o corpo da vítima, com evidentes sinais de tortura e cheio de facadas. Carinhosamente tratada por “ Samora”, a bancária, de 38 anos, desapareceu no passado dia 30 de Maio, depois de ter deixado a filha Pérsia Alexandra Meneses de Sá Nogueira, de 11 anos, na escola. Depois foi à Filda para uma reunião com um cliente até ao momento não identificado. O seu carro foi encontrado nas imediações do local do crime, com a matrícula tapada.

capa do dia

Get Adobe Flash player


NEWSLETTER

Receba a newsletter do Jornal de Angola no seu e-mail:

SIGA-NOS RSS

MULTIMÉDIA