Sociedade

Candidatos disputam por uma vaga na UAN

Os exames da segunda chamada na Universidade Agostinho Neto (UAN) estão marcados para hoje, no Campus Universitário, com a participação de 6.025 candidatos.

Fotografia: DR

Contrariamente ao que estava estabelecido, o exame terá lugar apenas hoje, em três períodos (9h00 às 11h00), (12h00 às 14h00) e (15h00 às 17h00). Para a segunda chamada, estão disponíveis 1.095 vagas nas faculdades de Ciências, Ciências Sociais, Economia, Letras, Engenharia, no Instituto Superior de Ciências da Saúde e na Escola Superior de Hotelaria e Turismo.
Na primeira chamada, a instituição havia disponibilizado 5.095 vagas. A segunda chamada, que acontece pela primeira vez, ao abrigo do ar-tigo 18º do Regulamento Geral de Acesso ao Ensino Superior, está aberta à participação de todos os candidatos não admitidos, que se devem fazer acompanhar do recibo de inscrição da chamada anterior e do Bilhete de Identidade para efeitos de confirmação.
A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sam-bo, que falava à imprensa, avançou que os cursos que não forem preenchidos depois desta segunda chamada não vão arrancar no presente ano lectivo, devendo-se enquadrar os candidatos admitidos em outros cursos ligados a estes.
O candidato Agostinho da Silva António considerou que esta nova oportunidade é uma mais-valia para os que não conseguiram na primeira tentativa, qualificando a UAN como instituição que possui bons requisitos para a formação superior.
Disse estar melhor preparado para a segunda fase do teste, pelo que apela aos demais concorrentes para aproveitarem esta nova oportunidade.
O candidato Domingos Alexandre lamentou à Angop a forma desorganizada como está a decorrer o processo de validação das candidaturas, pelo facto de o protocolo não estar devidamente estruturado para orientar os candidatos a fazerem a confirmação dos exames de forma eficiente e eficaz.
Reconheceu, no entanto, que reprovou no primeiro exame devido à sua falta de empenho nos estudos, motivação e determinação (…).
Fundada em 1976, a UAN é a maior universidade de Angola e nela são ministrados mais de 90 cursos na área de Engenharia, Ciências Sociais, Direito, Economia, Letras e Medicina.

 



 

Tempo

Multimédia