Sociedade

Cartão jovem com acesso mais fácil

Kátia Ramos |

O acesso ao cartão jovem, que permite aos cidadãos nacionais entre os 15 e 35 anos beneficiar de descontos em vários serviços sociais, entre os quais saúde, alimentação, transporte e educação, vai ser mais fácil, na sequência de uma parceria entre a empresa gestora e a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), feita na semana finda em Luanda.

Saúde, educação e transportes entre as áreas abrangidas
Fotografia: Kátia Ramos| Edições Novembro

A parceria permite, igualmente, às partes, como é o caso de instituições públicas, associações, empresas privadas e organismos de apoio social, o acesso a uma ferramenta rápida e eficaz de marketing, assente numa vasta base de dados de novos consumidores. Com um prazo anual renovável, o cartão jovem pode ser solicitado online ou em qualquer dos postos de adesão fixos ou móveis. Por parte da empresa gestora assinou o director geral, Raul Alexandre, en-quanto que pela UNESCO rubricou o secretário permanente da comissão nacional, Alexandre Sousa Costa.

Segundo o director Comercial e de Marketing da empresa gestora, Mário Magalhães, a parceria é muito vantajosa para o país, porque a UNESCO acreditou que so-cialmente o cartão vai ajudar jovens de todo o país.
Para o secretário permanente da comissão nacional da UNESCO, Alexandre Sousa Costa, os jovens terão vários benefícios ao aderir a este projecto, em função da realidade angolana.
“Se olharmos para a essência dos serviços em si, os jovens e estudantes têm muito a ganhar”.

Tempo

Multimédia