Sociedade

Cátedra promove investigação científica

O lançamento da Cátedra UNESCO Life on Land (Vida na Terra) dedicada à protecção ambiental e à preservação de recursos em África, foi testemunhado pelo secretário de Estado do Ambiente, Joaquim Manuel, pela vice-governadora da Huíla, Maria João Chipalavela e representantes de instituições académicas angolanas.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A iniciativa decorre no âmbito da Conferência Internacional “Desafios para a Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável”, que encerrou ontem, na Fundação Serralves, na qual Angola participou com uma delegação chefiada pelo secretário de Estado do Ambiente.
Além de Angola, o lançamento contou com a presença de representantes da UNESCO e de diferentes instituições governamentais, académicas e empresariais de Portugal e da África Austral. Trata-se da primeira Cátedra da UNESCO da Universidade do Porto, um projecto que vai ser coordenado pelo Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO-InBIO).
A Cátedra UNESCO Life on Land é uma rede de promoção da investigação científica envolvendo Portugal e seis países da África Austral.
O principal objectivo é promover a ligação da ciência à sociedade, através de duas iniciativas que vão permitir dar a conhecer a importância urgente de se preservar a biodiversidade e o pa-trimónio natural e e da cultura científica em África.
O CIBIO-InBIO, através da TwinLabs, a rede de parcerias internacionais, vai fomentar a colaboração en-tre universidades e centros de investigação dos países parceiros, tendo em vista o desenvolvimento de acções de capacitação científica e tecnológica, de formação avançada e de transferência de conhecimento.

Tempo

Multimédia