Sociedade

Cazenga propõe rescisão de contrato com Elisal

A administração do Cazenga, em Luanda, propôs a rescisão de contrato com a Elisal, por incapacidade da empresa manter a limpeza e o saneamento da circunscrição.

Fotografia: José Soares| Edições Novembro

A administradora adjunta do Cazenga para a área Técnica, Infra-Estruturas e Serviços Comunitários, Marta Mendes, disse que actualmente se verificam grandes problemas nos bairros do município, quanto à recolha de lixo. Segundo a responsável, a situação se arrasta há muito tempo e o processo de rescisão está em curso, dependendo apenas de alguns pormenores.
Falando à imprensa, Marta Mendes disse que o Cazenga está sujo e os esforços da administração municipal no sentido de fazer a limpeza semanal e educar a população para manter a localidade limpa, não tem sido suficiente.
Marta Mendes defende a contratação de outra empresa com capacidade e meios técnicos para a limpeza e saneamento da municipalidade.
Para a responsável, existem na província de Luanda empresas capacitadas para a limpeza e recolha de lixo que podem trabalhar no Cazenga e proporcionar uma boa imagem e vida saudável à circunscrição.
A Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (ELISAL) é a responsável pela limpeza do Cazenga, um dos nove municípios da província de Luanda, que conta com os distritos urbanos do Tala-Hadi, Hoji ya Henda, Cazenga, 11 de Novembro, Kima-Kieza e Calawenda.

Tempo

Multimédia