Sociedade

Cientistas da RDC controlam o surto de gripe das aves

Cientistas da República Democrática do Congo conseguiram controlar um surto de influenza aviária H5N8 (gripe das aves), usando tecnologia nuclear fornecida pela Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

Graças à rápida detecção e caracterização do vírus e de uma rápida resposta de saúde, o surto está sob controlo na região do Lago Alberto, perto da fronteira com o Uganda.
O chefe do Laboratório Veterinário Central em Kinshasa, Curé Georges Mbuyi, afirmou que “impedir a propagação do vírus é muito importante porque ele não só afecta as aves mas também pode ser transmitido aos humanos”.
A mesma cepa do vírus da influenza aviária foi detectada na África do Sul, na Zâmbia e no Zimbabwe. Os especialistas acreditam que o vírus pode propagar-se ainda mais pela região.

Tempo

Multimédia