Sociedade

Cobra cria pânico em escola pública


Uma informação
posta a circular na quinta-feira sobre uma eventual presença de uma cobra de duas cabeças no interior de uma sala de aula da escola 333, também conhecida como Camarada Chifuchi, na cidade do Luena, capital da província do Moxico, criou um alvoroço com crianças a correrem por todos os cantos à procura de segurança.

A notícia da presença da misteriosa cobra espalhou-se pela escola e paralisou as aulas no período da manhã. Agentes da Polícia Nacional e do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros estiveram no local para se inteirarem da situação, mas não confirmaram o que algumas crianças disseram ter visto, uma cobra com duas cabeças.   
Augusta Quintas, uma das alunas que disse ter visto uma cobra do tamanho de uma jibóia, afirmou que não se trata de invenção.
 A cobra, segundo a aluna, apareceu no canto da sala, minutos antes da entrada do professor.
O susto propagou-se por toda a escola. Os alunos tiveram de abandonar o local a correr e não quiseram regressar às salas mesmo com a intervenção da Polícia Nacional e do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros.
As autoridades administrativas usaram uma viatura com megafone que circulou por várias artérias da cidade do Luena, para desmentir o boato e encorajar os alunos a voltarem à escola. Ontem, a situação regressou à normalidade.

Tempo

Multimédia