Sociedade

Conferência de Genebra apela ao trabalho colectivo

A 108ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT) apelou aos Estados-membros a trabalharem individual e colectivamente, afirmou ontem, na capital suíça, a representante permanente de Angola junto do Escritório das Nações Unidas e demais Organizações Internacionais em Genebra, Margarida da Silva Izata.

Margarida da Silva Izata
Fotografia: DR

Segundo a diplomata, trata-se de um trabalho sob uma base tripartida, a fim de promoverem a abordagem do futuro do trabalho centrada no ser humano.
Em nota, os Serviços de Imprensa da Missão Permanente da República de Angola Junto das Nações Unidas em Genebra referem que no evento intervieram, entre outros Chefes de Estado e de Governo, Cyril Ramaphosa (África do Sul), a Chanceler Alemã, Angela Merkel, e a Primeira-Ministra britânica, Theresa May.
No evento, que marcou o centenário da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Angola assumiu a vice-presidência, encabeçada pela embaixadora Margarida Izata.
O encontro, que teve dois segmentos de alto nível, contou com a presença de mais de 50 Chefes de Estado e de Governo, incluindo o Secretário-Geral da ONU, António Guterres e a presidente da 73ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, a equatoriana Maria Fernanda Espinosa.
A OIT é uma instituição multilateral das Nações Unidas, especializada nas questões do trabalho, fundamentalmente no que se refere ao cumprimento das normas, convenções e recomendações internacionais.

Tempo

Multimédia