Sociedade

Covid-19: Ministra da Saúde admite possibilidade de recuo no desconfinamento

Mazarino da Cunha e André Sibi

Angola poderá recuar em algumas medidas de desconfinamento, admitiu ontem, em Luanda, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Fotografia: Edições Novembro

Ao falar durante a conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia da Covid-19 em Angola, Sílvia Lutucuta não especificou as áreas em que o Governo pretende criar novas restrições, mas lamentou a falta de cumprimento das medidas por parte de muitos cidadãos. “Estamos a ver muita gente sem máscaras faciais e outras pessoas com as máscaras colocadas no queixo e sem manter o distanciamento recomendado pelas autoridades sanitárias”, frisou.

Sílvia Lutucuta sublinhou que o número de pessoas em festas, bares, restaurantes e pedonais para exercícios físicos constitui uma preocupação para a Comissão Multissectorial, que “está a estudar medidas de restrição”. 

Relativamente ao reinício das aulas nos subsistemas do II ciclo do ensino secundário e universitário, a ministra da Saúde reafirmou que tudo dependerá da evolução epidemiológica. Sílvia Lutucuta garantiu que o Ministério da Educação está a trabalhar para encontrar medidas adequadas para o reinício das aulas de forma segura.

 

Tempo

Multimédia