Sociedade

Defendida maior abertura no diálogo com os jovens

A psicóloga Olga Vieira Dias defendeu maior abertura na comunicação com os jovens para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis,  gravidez precoce e outros males que enfermam a sociedade.

A juventude deve estar preparada para os desafios da vida
Fotografia: Arão Martins| Edições Novembro||Huíla

Olga Vieira Dias, que falava a propósito do ciclo de palestras sobre educação sexual, promovida pelo Administração Municipal do Kilamba Kiaxi, em Luanda, disse que um jovem bem orientado e com uma comunicação fluída dificilmente vai passar por alguns problemas que acontecem na sociedade, como a gravidez precoce.
“Acredito que um jovem com abertura na comunicação vai falar com os pais e os professores para apoio e orientação”, afirmou.
Na sua dissertação, a psicóloga aconselhou aos adultos que conversem mais com os jovens e que nunca se cansem de abordar este e outros temas, porque os jovens precisam de orientação. A especialista afirmou que os jovens devem ter muito cuidado com a própria sociedade que hoje está muito violenta e que há muitos adultos que influenciam mal os mais novos. 
Já a médica Josefa Costa aconselhou a sociedade angolana a abandonar os tabus sobre o sexo e a sexualidade humana e disse ser necessário que as famílias abordem mais temas sobre a educação sexual. 
Josefa Costa disse que os jovens têm muita informação sobre sexo, mas algumas muito erradas, inclusive alguns sofrem de abusos sexuais e consentem por considerarem normal, por falta de informações.
Disse que os jovens foram orientados a conversar com os seus progenitores, os encarregados de educação ou dirigirem-se à Polícia em caso de abusos. O ciclo de palestras visa orientar a juventude para uma maternidade ou paternidade responsável e saudável para manter as famílias mais estruturadas.
Durante as palestras, estão a ser abordados temas como planeamento familiar, sexo e namoro, doenças de transmissão sexual, gravidez precoce, aborto, abuso sexual e fuga à paternidade.
A actividade realiza-se em alusão ao Dia Mundial da População que se assinalou a 11 de Julho.

Tempo

Multimédia