Sociedade

Desestruturação familiar tema de videoconferência

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (MASFAMU), preocupado o com o aumento dos conflitos e desestruturação familiar, fuga à paternidade e à maternidade, promoveu hoje, em Luanda, uma palestra sobre “Moralização da família e da sociedade”, com o objetivo de reforçar as relações familiares em tempos da Covid-19, incentivando o diálogo inter-familiar e contribuir para a melhoria da gestão da renda familiar.

Fotografia: DR

A palestra, realizada através de videoconferência, foi orientada pela secretária de Estado para Família e Promoção da Mulher, Elsa Barber, que manifestou preocupação com o aumento de casos de prostituição e de abandono de menores.

Referiu que a família deve continuar a ser o pilar da sociedade, fazendo perpectuar os valores morais, éticos, cívicos, culturais e patrióticos.

Para o prelector Lourenço Kibonda, o suporte de um indivíduo está na família, porque "nenhum sucesso compensa o fracasso no lar".

Acrescentou que para haver fortalecimento do lar é necessário que haja respeito pelas diferenças, tendo incentivado os casais ao diálogo e à partilha no que concerne aos bens adquiridos e gastos que devem ser feitos em função dos rendimentos.

A iniciativa, enquadrada no âmbito do projecto jango de valores, valorização e reforço das competências familiares, contou com a participação da Associação de Apoio aos Albinos de Angola (4AS) e directoras dos gabinetes provinciais da Acção Social, Família e Igualdade de Género, de todas as províncias do país.

Tempo

Multimédia