Sociedade

Detido 25 elementos da segurança privada

António Gonçalves | Benguela

Ao todo, 25 elementos pertencentes a empresas de segurança privadas em Benguela, supostamente envolvidos na venda e aluguer de armas de fogo, foram detidos pela Polícia Nacional, anunciou, ontem, naquela região o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial.

Posse ilegal de armas de fogo constitui crime no país
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

O inspector Filipe Cachota disse à Rádio Nacional de Angola que os processos-crime já foram encaminhados ao Ministério Público e, neste momento, seguem os trâmites legais. Sublinhou que, face ao sucedido, a Polícia Nacional está a levar a cabo um conjunto de acções destinadas ao apuramento de uma denúncia pública sobre o tráfico de armas de fogo provenientes da República da Namíbia.
Informou que a Delegação do Ministério do Interior em Benguela tem desenvolvido um conjunto de acções para se comprovar ou não a denúncia que foi feita e que é pública e, por isso, apelou para a colaboração da sociedade no combate à posse ilegal de armas de fogo.

Tempo

Multimédia