Sociedade

Detido cidadão estrangeiro por furto de cabos eléctricos em Luanda

André da Costa

Um cidadão da Guiné Conacry, de 27 anos, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), acusado de furto de cabos eléctricos e associação de malfeitores, no bairro Mártires de Kifangondo, Distrito Urbano da Maianga, província de Luanda.

Polícia Nacional e Serviço de Investigação Criminal apreenderam parte do cabos roubados
Fotografia: Edições Novembro

De acordo com o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do SIC/Luanda, superintendente Fernando de Carvalho, o furto dos cabos eléctricos ocorreu na rua 14, por volta das 3h23 do dia 31 de Agosto e foi praticado por três elementos, dois dos quais em fuga.

O furto dos cabos eléctricos num posto de iluminação pública foi detectado por câmaras de vídeovigilância colocadas por um cidadão, residente na mesma rua, que permitiram localizar e deter o acusado. Fernando de Carvalho explicou que o indivíduo que filmou o furto através de câmaras dias depois deparou-se com o meliante e comunicou à Polícia Nacional, que procedeu a detenção do acusado, que confessou a autoria do crime, tendo dito que vendeu cada metro a 20 mil kwanzas.

Diligências realizadas pelo SIC, acrescentou, permitiram, também, a detenção, na Praça da Madeira, de quatro cidadãos, tidos como compradores dos cabos eléctricos, com idades compreendidas entre 29 e 45 anos, entre eles uma senhora que se dedica à venda do referido material no mercado.
A cidadã confessou ao SIC que chegou a comprar 45 metros de cabos eléctricos, no valor de 60 mil kwanzas.

O SIC recuperou 70 metros de cabos eléctricos das mãos dos malfeitores. Fernando de Carvalho disse que os cabos eléctricos são muito procurados no referido mercado, sendo usados para instalações eléctricas domésticas e para ligações de geradores.

Caso William Tonet

O SIC deteve ainda um jovem de 30 anos, por ter quebrado o vidro da porta lateral esquerda de uma viatura de marca Nissan Patrol, tendo furtado no seu interior quatro milhões de kwanzas, lesando o jurista e jornalista William Tonet. O crime ocorreu por volta das 23 horas do dia 22 de Agosto, na rua Saber Andar, no bairro Morro Bento, Distrito Urbano da Samba.

O detido faz parte de um grupo de três meliantes, dos quais dois em fuga, identificados apenas por Eduardo e Niga Py, que, além de levarem o dinheiro, furtaram também duas pastas que continham material didáctico e processos judiciais. Fernando de Carvalho explicou que, depois de furtarem os bens, os três meli-antes dividiram o dinheiro, tendo o detido recebido 150 mil kwanzas.

De acordo com Fernando de Carvalho, o marginal detido disse que desconhecia o valor exacto que estava na viatura, uma vez que quando realizaram o furto estava em estado de embriaguês. Os meliantes abandonaram as pastas num quintal de cultivo de hortícolas, na rua direita da Unitel, município de Talatona.

Tempo

Multimédia