Sociedade

Diálogo apontado como caminho para a solução dos problemas

Mazarino da Cunha

Os constantes suicídios que ocorrem quase em todo o mundo, separações entre casais e os conflitos de poder são consequência da falta de diálogo, admitiu ontem, em Luanda, o professor universitário Alberto Paulo.

Alberto Paulo disse que o sucesso é fruto do trabalho
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

O docente, que dissertava numa palestra sob o lema “O que os jovens de hoje pensam e o que desejam”, promovida pelo Projecto Fusão e a Administração do Distrito do Rangel, disse que quando há ausência de diálogo, as consequências são irreparáveis e desastrosas.
Alberto Paulo disse que as pessoas, particularmente os jovens, devem ter a capacidade de dialogar e manter o equilíbrio emocional na hora da resolução dos problemas ou na tomada de decisões.
A cultura do diálogo para com os outros, assim como a estabilidade emocional perante os problemas, considera serem ferramentas úteis que ajudariam a reduzir os elevados índices de separações ou guerras.
Em relação aos vários tipos e níveis de inteligência humana, o professor universitário disse que a mesma só é útil quando estiver ao serviço da sociedade e não do interesse individual.
A pura inteligência humana, frisou Alberto Paulo, exige resultados palpáveis e postos em benefício da sociedade, sublinhando que quando não for dinamizada torna-se hipotética e ao mesmo tempo egoísta.
Durante a dissertação, o docente reconheceu que para se obter sucesso nos vários domínios da vida social é necessário trabalhar muito, para a auto-superação e torná-la mais humilde, sempre que possível. “É preciso saber identificar, seleccionar e solucionar os problemas da sociedade”.
O coordenador do Projecto Fusão, Hélder Fragoso, disse que a realização do III ciclo de palestras, sob o lema “O que os jovens de hoje pensam e o que desejam”, vai munir os presentes com ferramentas úteis para a vida pessoal e colectiva.
Preocupado com a fraca participação de jovens, Hélder Fragoso informou que o Projecto Fusão vai continuar a proporcionar palestras, com o objectivo de elevar a criatividade na juventude a nível do município de Luanda.
O III ciclo palestra decorre até sexta-feira no salão Paroquial do São Domingos, no Distrito do Rangel, pelas 8h00. O tema "Meditas para a saída da crise", será apresentado pelo economista Mondlane Cruz.

 

Tempo

Multimédia