Sociedade

Electrificação de Calandula vai impulsionar o turismo

Venâncio Victor | Malanje

A electrificação do município de Calandula, 85 quilómetros a norte da cidade de Malanje, vai atrair mais turistas nacionais e estrangeiros, bem como as empresas do sector turístico, considerou o governador provincial, Norberto dos Santos.

Fotografia: DR

O município de Calandula passa a beneficiar, no próximo mês de Novembro, de energia eléctrica da rede geral de distribuição, a partir das barragens de Capanda e Laúca, com a conclusão das obras de construção de uma subestação eléctrica com capacidade de 110 KV.
As obras da estação iniciadas em Abril do ano em curso e a cargo da empresa Odebrecht, estão a ser implantadas numa área de 11 mil metros cúbicos, devendo contar com uma linha de transmissão de energia de alta tensão numa extensão de 43 quilómetros.
O governante, que falava à imprensa por ocasião da “Semana do Empreendedorismo Universitário” que encerrou ontem, Dia Internacional do Turismo, apelou os estudantes do último ano do curso de Gestão em Hotelaria e Turismo da Escola Superior Politécnica de Malanje a empreender neste ramo, criando empresas como agências de viagens, que a região não dispõe, ao invés de ficar à espera do emprego.
“Com a chegada da energia eléctrica a Calandula, vão aparecer mais pessoas e empresas turísticas. Mas devo continuar a pressionar os jovens pois são eles que devem dar o primeiro passo sobre aquilo que temos em Malanje”, referiu.
Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” disse ainda que os jovens podem desenvolver outras acções neste domínio, com a captação de turistas e guias turísticos, para mostrar o potencial da região, o que passa também pela formação. Pediu à escola organizadora que continue a realizar anualmente eventos idênticos.

Tempo

Multimédia