Sociedade

Empregos dos colaboradores estão todos salvaguardados

O Governo vai manter os postos de trabalho no jornal O País, na Rádio Mais e TV Zimbo, órgãos do grupo Media Nova que passaram para a gestão do Estado.

Fotografia: DR

A afirmação foi feita sexta-feira, pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, que prometeu manter a linha editorial dessas empresas, apesar do novo contexto.

Conforme o governante, que falava à margem de um encontro com a direcção do grupo Media Nova, não haverá interferências na linha editorial, porque o Estado pretende manter a pluralidade e diversidade da informação no país. Manuel Homem disse estarem criadas as condições para que a normalidade das empresas do grupo se mantenha, tendo anunciado a pretensão da venda das mesmas ao sector privado, via concurso público.

O Serviço Nacional de Recuperação de Activos promoveu a entrega das empresas do Grupo Media Nova ao Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social. A acção insere-se na estratégia do Governo de luta contra a corrupção.

Comissão de gestão

O jornalista Paulo Julião é o coordenador da Comissão de Gestão da TV Zimbo, de acordo com um despacho exarado, sexta-feira, pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação, Manuel Homem.

À referida comissão integram, também, os jornalistas Amílcar Xavier como coordenador para a Área de Conteúdo, Nuno Filipe, coordenador para a Área Técnica e de Meios de Produção, Silvina Menezes, para os Assuntos Jurídicos.

Inalda Marcela da Conceição foi indicada para coordenadora da Área de Administração e Finanças e Nádia Martins Brás, coordenadora Comercial e Marketing.

A Comissão de Gestão indicada pelo Ministério das Telecomunicações, Tecnologia de Informação e Comunicação Social, tem 120 dias para concluir as acções que visam a reestruturação da empresa.

Tempo

Multimédia