Sociedade

Erro técnico atrasa resgate de criança que caiu num poço

Um erro técnico provocou novo atraso no resgate de Julen Roselló, de dois anos, a criança espanhola que caiu há 10 dias num poço de 107 metros de profundidade na Serra de Totalán, no sul de  Espanha.

Fotografia: DR

A expectativa de retirá-lo na terça-feira, 22, foi frustrada pela dificuldade de avançar na perfuração de um túnel paralelo, que vai permitir alcançar a criança. Segundo o jornal “El Español”, o governo de Málaga informou que os tubos para a sustentação do túnel não chegaram até aos 60 metros, para permitir que um grupo de mineiros possa, a partir daí, escavar um túnel horizontal de quatro metros até ao local onde Julen Roslló está preso.

Tempo

Multimédia