Sociedade

Estado clínico de vítimas considerado preocupante

Kapalo Manuel|Luena

O estado clínico das vítimas do incêndio que ocorreu numa bomba de combustível, no Bairro Social da Juventude, arredores da cidade do Luena, é ainda preocupante, considerou, ontem, o responsável da área de tratamento de vítimas de queimadura do Hospital Geral do Moxico.

Fotografia: DR

Mbunga Bondo disse que o estado clínico dos seis pacientes é avaliado diáriamente por uma equipa médica do hospital público.
“O estado clínico deles requer ainda cuidados redobrados, daí estarmos a fazer  reavaliações constantes para calcular a percentagem de queimaduras, de modo a aplicar a dose dos medicamentos correspondente”, explicou Mbunga Bondo. Ontem, dia em que o governador da província do Moxico, Gonçalves Muandumba, visitou os seis pacientes, estava prevista uma acção formativa para os técnicos da área de tratamento de casos de queimadura sobre matérias ligadas aos métodos de intervenção na assistência a vítimas de incêndio.
Relativamente a medicamentos, Mbunga Bondo assegurou que o Hospital Geral do Moxico recebeu duas caixas de solfaciazinha de prata e três de mitrofurazona.
O Hospital Geral do Moxico recebeu sete vítimas do incêndio ocorrido na bom-ba de combustível, um dos quais faleceu devido à gravidade das queimaduras que apresentava.

Tempo

Multimédia