Sociedade

Estudantes demonstram talentos na arte de reciclar

Kátia Ramos

Estudantes do ensino médio e secundário de 60 escolas particulares de Luanda exibiram vários artigos feitos com material reciclável, durante a 6ª edição da feira de amostra, inovação e tecnologias realizada no Distrito Urbano do Rangel.

Alunos do ensino particular de Luanda mostram talentos
Fotografia: Edições Novembro

Com cartolina, papel de listro, ervas, garrafas de plástico e cola, os estudantes produziram vários artigos, com destaque para aviões do tipo Boeing e outros atractivos que monopolizaram as atenções dos presentes, na sua maioria pais, encarregados de educação, professores e responsáveis de escolas do ensino particular.

A feira de amostra é uma actividade anual, que consagra todas as escolas primárias e secundária, com o objectivo de demonstrarem, de forma extensiva, todas as habilidades e práticas de actividades lúdicas aprendidas ao longo do ano lectivo nas distintas classes e disciplinas que compõe os vários currículos.
Com menos de 12 anos de idade, os estudantes da Escola 1505, "Nossa Senhora da Luz", além do avião, apresentaram também artigos que ajudam a conservar o meio ambiente, como cestos de roupa feitos com cartões de ovos e conservadores de lixo, produzidos a base de vasilhame de garrafas de água mineral.
Os estudantes da escola anfitriã apresentaram uma árvore de amizade, onde os alunos da Iniciação aprendem aspectos básicos, como "Obrigado", "Por favor" e "Licença", escritos em cartolina e cobertos com desenhos de coração.
Sampaio Ginga, chefe de Repartição Municipal da Educação, referiu que o certame constitui uma grande valia para o crescimento intelectual dos estudantes e do pais, pois vai permitir o intercâmbio entre os expositores das várias escolas, uma vez que no evento estão patentes diversificados serviços e bens tecnológicos que vão contribuir para o desenvolvimento do sector no país.
O administrador do Distrito Urbano do Rangel, Fernandes Naval, disse que o evento tem mostrado, nos últimos tempos, o desenvolvimento das escolas do país em tempo de paz, e é uma oportunidade de os participantes apresentarem as suas potencialidades.

 

Tempo

Multimédia