Sociedade

Exame de sangue pode acusar o início do cancro

Um grupo de pesquisadores desenvolveu uma tecnologia computadorizada de mapeamento genético que pode aumentar consideravelmente as probabilidades de cura de casos de cancro.
A motivação que norteia o trabalho dos cientistas tem a ver com o facto de um dos maiores obstáculos encontrados na cura das doenças oncológicas é o diagnóstico tardio.

Em testes com o recurso à nova tecnologia, os pesquisadores conseguiram detectar mutações ligadas a diversos tipos de cancros, como o da mama e o do pulmão, em mais de 100 pacientes em estágios precoces das enfermidades. Para os autores do estudo, publicado na edição desta semana da revista Science Translational Medicine, o método também pode ajudar a reduzir as ocorrências de resultado “falso positivo”.

Tempo

Multimédia