Sociedade

Fiéis aconselhados a ter postura digna

Os fiéis das confissões religiosas representadas na União das Igrejas do Espírito Santo em Angola (UIESA) devem ser “embaixadores da paz e reconciliação entre irmãos para a instauração da paz social em Angola”.

Pormenor do culto de acção de graças pelas eleições celebrado na província do Cuanza Sul
Fotografia: Fernando Camilo | Edições Novembro

A declaração é do vice-presidente da UIESA, apóstolo Victor David, que celebrou, domingo, na cidade do Sumbe, província do Cuanza-Sul, um culto de acção de graças pelas eleições gerais, que vão ocorrer no dia 23 deste mês.
“As eleições não visam dividir os angolanos, mas são um processo
de fortalecimento da democracia”, declarou o líder religioso, que falava para milhares de fiéis, a dirigentes de partidos políticos e a autoridades tradicionais. No entender de Victor David, o bom cidadão está nas igrejas, pelo que o cristão deve agir em sã consciência por altura dos grandes desafios para o país.
Falando sobre a necessidade da preservação da paz, Victor David afirmou que “a paz constitui a porta para o desenvolvimento sustentável da Nação”.
A paz, acrescentou Victor David, é um vínculo da unidade na diversidade. O vice-presidente da UIESA pediu aos  presentes para terem uma postura serena no dia da votação e da publicação dos resultados eleitorais.

Tempo

Multimédia