Sociedade

Governo garante pagar dívida com operadoras

César André

O Governo da Província de Luanda garante que vai pagar, nos próximos meses,  a dívida contraída com as empresas operadoras de recolha de resíduos sólidos, avaliada em 66 milhões de kwanzas.

Recolha de resíduos na província de Luanda vai conhecer melhorias nos próximos dias
Fotografia: Dr

A garantia foi dada on-tem, pelo governador Sérgio Rescova, durante um encontro  com os responsáveis das seis empresas que cuidam da limpeza e recolha de lixo na capital.
O director provincial do Gabinete  de Gestão  de Resíduos Sólidos e Serviços Comunitários, Tchinho de Sousa, disse que “o Governo Provincial está a dar o tratamento adequado da questão e em tempo oportuno a dívida  será ressarcida”. 
Tchinho de Sousa informou que o encontro teve como principal objectivo a apresentação das empresas de recolha de resíduos ao novo governador de Luanda.
“O governador provincial pretende ter uma aproximação com as empresas que actuam na área da limpeza e recolha dos resíduos sólidos da cidade, para melhor se inteirar dos problemas que as afligem”, disse Tchinho de Sousa.
Na província de Luanda operam seis empresas de recolha de lixo, concretamente a Queiroz Galvão, responsável pela limpeza do município de Luanda,  Vista Wets que se encarrega dos municípios de Talatona  e Belas, a Nova Ambiental, no município de Viana, a Rota Ambiental, em Cacua-co, Elisal, no Cazenga e a Sambiental, no Icolo e Bengo e Kissama.
Miguel Branquinho, director geral da empresa Vista West, disse que “há muito que as empresas de recolha de resíduos precisavam de reuniões do género para se ter uma perspectiva geral sobre como irão  evoluir  nos próximos tempos”.
Durante o encontro, Mi-guel Branquinho disse que o governador provincial pe-diu melhoria nos trabalhos por parte das empresas  en-volvidas na limpeza e recolha de resíduos sólidos da capital.
Falando em nome dos restantes gestores, Miguel Branquinho disse  ter recebido garantias do novo go-vernador provincial de Lu-
anda de que o sistema de pagamentos às empresas de recolha de resíduos sólidos irá melhorar.
O director geral da Vista West, informou que as empresas debatem-se com muitas dificuldades para o seu bom desempenho por causa da dívida contraída pelo GPL, tendo referido que para se manterem operacionais algumas delas recorrem à banca comercial para se “manterem firmes e não fechar as portas”.

Tempo

Multimédia