Sociedade

Homologação de diplomas será feita com celeridade

O Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES) vai, a partir de Agosto, implementar uma solução tecnológica para permitir aos utentes receberem os seus diplomas já homologados na cerimónia de outorga.

Fotografia: DR

A informação foi avançada ontem, em Luanda, pelo director-geral da instituição, Jesus Tomé, em conferência de imprensa destinada a esclarecer as causas da enchente que se regista nos últimos dias.
Segundo o responsável, esta solução obrigará a organização interna das instituições do ensino superior para receber os processos dos utentes e encaminhá-los ao INAAREES, com o intuito de se evitar a deslocação de licenciados na sede da instituição, principalmente os de outras províncias do país à busca dos seus documentos homologados.
Os casos de reconhecimento serão entregues directamente na direcção do INAAREES, por ser um processo. Neste momento estão a trabalhar com a entidade que irá fornecer o software para que o processo seja eficaz e implementado de forma a desafogar a instituição.
O INAAREES registou, nos últimos dias, um aglomerado de utentes, nunca antes visto, devido à demora na resolução dos pedidos e na entrega de documentos. Os utentes esbarram pelo facto de a instituição não prestar serviços céleres, nem informar o público das causas da demora no atendimento dos pedidos.
Nos últimos três meses foram abertos concursos públicos no país para o acesso à função pública, sendo um dos requisitos exigidos aos candidatos o reconhecimento e a homologação dos certificados de habilitações ou diplomas, originando o aumento dos serviços da instituição.
O prazo mínimo para a homologação de um certificado/diploma é de 15 dias, enquanto o máximo é de 30, mas o documento pode ficar pronto antes deste horizonte temporal.
A demora dos serviços do INAAREES, que funciona na Centralidade do Kilamba, tem suscitado inúmeras críticas de cidadãos.

Tempo

Multimédia