Sociedade

Huawei Angola anuncia aposta em talentos nacionais

Nilza Massango

A Huawei Angola pretende, numa parceria com o Governo, formar, este ano, 2.500 profissionais angolanos nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). A empresa, que opera há 20 anos em Angola, garante, também, certificar 300 engenheiros profissionais.

Vice-presidente da Huawei Angola, Hongzhen Liu
Fotografia: Santos Pedro|Edições Novembro

Numa curta entrevista ao Jornal de Angola, o vice-presidente, Hongzhen Liu, apontou que a formação passa por um treinamento e destinada, particularmente, a estudantes universitários que frequen-tam os cursos das TIC e funcionários do Governo que trabalham na mesma área.  Sobre a estratégia da empresa, para o treinamento dos talentos em TIC em Angola, Hongzhen Liu referiu que a empresa pretende investir numa cooperação com 15 faculdades e universidades do país.

Actualmente, a empresa realiza treinamento e ensino online com o Instituto de Telecomunicações (ITEL), Universidade Católica de Angola (UCAN), CINFOTEC, ISCP e com 100 participantes, que a partir deste mês, o número agregado pode chegar a 240. Quanto à cooperação que a Huawei pretende desenvolver com o Angola Daily no futuro, Hongzhen Liu reforçou que a empresa quer apostar nas áreas de inovação em TIC dos Media e treinamento de talentos.

Apontando haver uma grande demanda por TIC na indústria da Media, tal co-operação passaria em integrar tecnologias de ponta na computação em nuvem, big data e inteligência artificial. Essa tecnologia poderá fornecer uma colecta de notícias ao vivo, produção de vídeos, distribuição de conteúdos em vídeo e serviços de gerenciamento de operação do sistema para melhorar os recursos de negócios e a eficiência operacional.

A Huawei vem-se desenvolvendo em Angola há 20 anos. No ano passado investiu na construção de um centro de inovação em tecnologia de informação e formação de talentos, o que reflecte a estratégia de desenvolvimento a longo prazo da em-presa em Angola.

Tempo

Multimédia