Sociedade

Instituto apresenta estudo de auditoria

Edna Dala

O  Instituto dos Auditores Internos de Angola apresenta nos próximos dias, em Luanda, os resultados do primeiro estudo conjunto sobre o estado da auditoria interna em Angola.


A conferência anual, que acontece no Memorial Dr. António Agostinho Neto sob o lema “Advogando a função de auditoria interna”, pretende despertar na classe empresarial angolana a necessidade e a importância de um auditor na gestão e transparência das contas.
Em declarações ao Jornal de Angola, o presidente do Instituto dos Auditores Internos de Angola disse que o encontro vai analisar e discutir temas actuais como oportunidades de “networking” entre os profissionais de auditoria interna e controlo interno dos mais variados sectores de actividade.
Ladislau Ventura reconheceu que existem em algumas empresas multinacionais a cultura de auditoria. Sublinhou que “mais do que um teste de contabilidade,  o auditor tem o papel de fiscalizar as contas das empresas e saber se as mesmas estão ou não a cumprir com as práticas recomendáveis e se os fundos estão a ser muito bem aplicados”.
Acrescentou que o instituto quer que as empresas olhem para os auditores como uma figura essencial na sua gestão.
Fundada em 2010, o instituto pretende incentivar as  normas de boas práticas profissionais de auditoria interna.

Tempo

Multimédia