Sociedade

ITEL pede investimentos nas soluções inovadoras

Rodrigues Cambala

O director geral do Itel - Instituto de Telecomunicações - defendeu ontem, em Luanda, ser fundamental que surjam empresários para potenciar as soluções inovadoras expostas na feira, pelos estudantes, no sentido de garantir que as mesmas tenham uma produção em massa.

Fotografia: DR

Em declarações ao Jornal de Angola, André Pedro afirmou que o sector da Educação necessita de apoios e que os estágios que algumas empresas oferecem aos estudantes do Itel, bem como os laboratórios e a qualidade dos professores têm sido motivo para o bom desempenho.
Ao elogiar as relações com empresas do sector das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, o director assegurou que as mesmas absorvem grande parte dos estudantes que finalizam a formação técnica no instituto. “Algumas empresas solicitam nossos finalistas para reforçarem a sua equipa de quadros”, disse, afirmando que o Itel tem apenas responsabilidade, única e exclusivamente, de formar quadros com qualidade em função das condições existentes na instituição.
Em relação ao aproveitamento dos projectos apresentados na feira, avançou ser um desafio para o empresariado nacional e o Ministério da Indústria, para ajudar a catalogar as fábricas. “Temos apenas a missão de formatar as mentes e torná-las criativas e com conhecimento”, explicou.
André Pedro sublinhou que o Itel ambiciona, daqui a três ou quatro anos, produzir software na versão comercial, com vista a atender a televisão digital em Angola e proporcionar um grande ambiente de negócio no âmbito do empreendedorismo.
“A Tv digital vai ter uma vertente de produção de conteúdos, por isso, temos o curso de Multimídia para que os nossos estudantes sejam os próximos produtores e operadores de televisão”, salientou, referindo que os empresários não conseguem absorver o que o Itel produz, daí ser fundamental que se encontre caminhos para absorver, cada vez mais, os técnicos formados.
O director do Itel fez saber que o sucesso dos estudantes da instituição se deve também à inserção destes em todas as formações disponíveis a nível de academias internacionais.
Sob o lema “Era digital: inclusão da tecnologia para o desenvolvimento da sociedade”, a 11. edição da Fititel - Feira de Inovação Tecnológica do Instituto Médio de Telecomunicações (Itel), que termina hoje, conta com 46 exposições de estudantes, bem como de quatro empresas nacionais e duas estrangeiras.

 

Tempo

Multimédia