Sociedade

Joana Lina quer melhorias na relação polícia/cidadão

Órgãos que compõem a Delegação do Ministério do Interior em Luanda foram ontem auscultados pela governadora Joana Lina, no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais “Osvaldo Serra Van-Dúnem", com o objectivo de se reforçar a segurança pública e a relação polícia/cidadão.

Governadora de Luanda, Joana Lina.
Fotografia: DR

Para Joana Lina, os últimos acontecimentos que envolveram efectivos da Polícia Nacional e cidadãos mancham a imagem e a reputação da corporação. “Acidentes e incidentes acontecem em qualquer parte do mundo, mas é preocupante quando se registam de uma maneira quase inexplicável e, às vezes, quando a tentativa de explicar baralha ainda mais quem ouve”, adiantou a governadora.

Joana Lina defende a boa imagem de todas as estruturas que compõem a província, onde os cidadãos possam se rever. Relativamente à Polícia Nacional, a governadora disse: “quero ir às ruas e ouvir comentários positivos, sentir da parte dos munícipes e habitantes a confiança na nossa Polícia, tornando-os colaboradores nas denúncias daqueles que perturbam a ordem e tranquilidade pública e promovem actos de vandalismo aos bens públicos".

A governadora apela aos efectivos no sentido de pautarem por uma boa postura, pois as suas acções também são vigiadas pela população, que está a ganhar a cultura de denúncia.  Participaram do acto o delegado provincial de Luanda do Ministério do Interior e comandante provincial da Polícia Nacional, comissário-chefe Eduardo Fernandes Cerqueira, membros da Delegação do Interior e do Comando Provincial da Polícia Nacional.

Tempo

Multimédia