Sociedade

Jovem devorado por jacaré no rio Bengo

Augusto Panzo |Cacuaco

Um jovem de 16 anos de idade, Manuel Adriano Miguel Jacinto, foi devorado por um jacaré na noite de terça-feira, no rio Bengo, na vila sede da comuna da Funda, município de Cacuaco, apurou ontem no local o Jornal de Angola.

O incidente ocorreu quando o jovem foi acarretar água do rio
Fotografia: Contreiras Pipa| Edições Novembro

De acordo com Miguel Domingos Nascimento da Luz, tio da vítima, o jovem foi atacado pelo jacaré por volta das 19h00, quando, em companhia de um amigo, foi ao rio Bengo, que passa a escassos metros da vila, acarretar água para consumo a pedido de seu pai que se encontra adoentado. A vítima foi arrastada cerca de três quilómetros do rio abaixo.
O soba-adjunto da Funda, Sotto Maior António, lamentou a ocorrência e informou que o corpo do jovem ficou completamente em pedaços e foi resgatado ainda ontem, depois de terem sido cumpridos os rituais tradicionais.
“Os nossos pais deixaram-nos alguns ensinamentos quanto a este tipo de situações. Fazemos alguns rituais tradicionais que, normalmente, nos permitem resgatar os corpos das víti-mas e, inclusive, matamos o jacaré. Desta vez não foi possível abater o animal, porque éramos poucos.
Sotto Maior António conta terem encontrado o corpo do jovem num local completamente fechado, onde o réptil mantinha a guarda dos restos do corpo.

Ataques constantes
Nos últimos três anos, a população da Funda tem sido vítima constante de ataques de jacarés, facto que deixa as pessoas muito preocupadas, por serem dependentes da água do rio para o consumo.
O chefe do gabinete da administração comunal da Funda, Garcia Marcolino Duarte, considerou ser uma situação preocupante, na medida em que as pessoas consomem a água que retiram directamente do rio. Disse que, apesar da existência de um projecto de abastecimento de água potável à população, ainda não foram feitas as ligações domiciliares.
“As obras de construção do centro de distribuição de água da comuna da Funda estão concluídas. Nes-te momento está a decorrer o processo de registo das re-sidências para depois serem efectuadas as ligações”, afirmou.

Tempo

Multimédia