Sociedade

Jovens da província do Zaire dispostos a ajudar hospital

J. Figueiredo | Mbanza Kongo

Ao todo, 50 bolsas de sangue foram doadas, na quarta-feira, ao Hospital Provincial do Zaire, em Mbanza Kongo, por militantes da JMPLA, numa altura em que a instituição sanitária efectua mais de 20 transfusões sanguíneas por dia.

Fotografia: Adolfo Dumbo| Edições Novembro

O primeiro secretário provincial da organização juvenil do MPLA no Zaire, Agostinho Zantoto, disse que a meta é doar, até final do mês, 400 bolsas de sangue em Mbanza Kongo, acção que vai decorrer de forma faseada devido ao Estado de Emergência.

“Começámos no Hospital Municipal de Mbanza Kongo, ao qual doamos 30 bolsas de sangue e agora no Hospital Provincial, 50. Trouxemos um número limitado de jovens, por observância das medidas de prevenção contra a Covid-19”, acrescentou.

“Estamos preparados para, a qualquer momento que os nossos hospitais estiverem a necessitar de sangue, ajudarmos a salvar os nossos irmãos, familiares ou qualquer pessoa que precise”, garantiu Agostinho Zantoto.

O director clínico do Hospital Provincial do Zaire, Domingos da Silva, agradeceu o gesto dos membros da JMPLA em Mbanza Kongo, alertando que “a doação chegou numa altura oportuna, porque o estabelecimento hospitalar precisa de sangue.

“Tem havido muitos casos de malária e pacientes e alguns deles podem precisar de transfusão de sangue, principalmente na Pediatria e Maternidade. Neste último caso, pode haver parturientes com hemorragias”.

De acordo com Domingos da Silva, o Hospital Provincial do Zaire efectua mais de 20 transfusões sanguíneas por dia, situação que considera difícil de satisfazer,por não haver, na região, a cultura de doação de sangue.

“Infelizmente, na província do Zaire não existe a cultura da doação de sangue”, disse o médico, alertando que a principal fonte de aquisição são os familiares dos pacientes.

Tempo

Multimédia