Sociedade

Jovens falam da figura de Mandela

César Esteves

Uma mesa-redonda sobre a figura de Nelson Mandela, para assinalar os seus 100 anos, foi realizada, ontem, na Mediateca 28 de Agosto, em Luanda, pela Embaixada dos Estados Unidos da América.

Imagem dos participantes da mesa redonda
Fotografia: Agostinho Narcíso | Edições Novembro

A mesa-redonda, organizada em parceria com a rede Yali, nome de um projecto criado por Barack Obama para criar jovens líderes em África, incidiu sobre uma das qualidades mais notáveis de Mandela, o perdão.
O encontro foi animado pelos oradores Olívio Kilum-bo, Gualter César, Lunga Noélia e Delva Faria, que partilharam com os presentes, na sua maioria jovens, os conhecimentos que dominam sobre o primeiro Presidente negro da África do Sul.
Na ocasião, a secretária interina de Imprensa, Cultura e Educação da Embaixada dos Estados Unidos da América, Nafeesah Allen, esclareceu que o encontro se enquadrou  nas festividades do centenário de Nelson Mandela, assinalado ontem.
Nafeesah Allen acrescentou que o evento teve também como objectivo reconhecer o contributo prestado pelo nacionalista africano, em prol da cultura da paz e da liberdade em todo o mundo. “Reunimo-nos hoje, aqui, para celebrar e homenagear a vida e o legado de um dos líderes mais corajosos e admiráveis do mundo”, frisou.
Nafeesah Allen acrescentou que Nelson Mandela lutou pela construção de uma vida melhor, não só em benefício do seu povo mas também para os povos de todo o mundo.
Durante o encontro, falou-se do projecto Yali, lançado em 2010, que prepara jovens africanos para uma liderança mais comprometida com o seu país. Elaborado com base na visão de Nelson Mandela, o projecto apoia jovens líderes africanos na promoção do crescimento e prosperidade, fortalecendo a governação democrática e a consolidação da paz e da segurança.
O projecto já enviou para os Estados Unidos da América, para programas académicos, 63 jovens angolanos,  criadores de organizações que ajudam o desenvolvimento das comunidades.

Tempo

Multimédia