Sociedade

Jovens fazem cursos com o apoio do Japão

Mais de setenta jovens frequentam desde ontem, em Luanda, a primeira formação em construção de estruturas metálicas, construção de edificações e assistente topográfico, organizada pelo Centro de Formação de Construção Civil (Cenfoc) de Viana.

Formação visa dar uma profissão especializada aos jovens
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

Os cursos, com a duração de dois anos, vão formar técnicos especializados, num projecto-piloto que conta com o suporte técnico, financeiro e em infra-estrutura da Agência de Cooperação Internacional do Japão. Segundo o director-geral do Cenfoc, Manuel Pimentel, em declarações à imprensa, os cursos têm uma estrutura modular e ao longo da formação os participantes vão aprender aspectos técnicos que os tornarão especialistas nas respectivas áreas.
O responsável exemplificou que para o curso de construtor de edificações além dos aspectos relacionados com a higiene, saúde e organização laboral, os formandos vão ter o módulo de pedreiro, electricidade industrial e predial, pintura e estuque, carpintaria, desenho técnico de construção civil, noções de desenho arquitectónico e desenho assistido por computador.
“Pretendemos que, no futuro, esses cursos aconteçam de forma modular, ou seja, cada formando pode vir fazer apenas um módulo, como pintura e estuque, por exemplo”, disse.
Para o formando Osvaldo Gaspar, a oportunidade surge numa boa fase da sua vida e vai permitir-lhe “ganhar conhecimentos e aumentar o nível de preparação.”

Tempo

Multimédia