Sociedade

LARDEF apoia pessoas com deficiência

A Liga de Apoio à Integração dos Deficientes (LARDEF) vai, este ano, ofertar kits profissionais a 60 deficientes residentes na província do Huambo, para permitir que associados exerçam actividades geradores de renda, visando melhorar o seu bem-estar.

Especificou que serão oferecidos kits profissionais de corte e costura
Fotografia: Edições Novembro

O anúncio foi feito ontem à Angop pelo responsável da Organização Não-Governamental, Marcos Chiquemba Cassongo, justificando que a intenção é tirar os deficientes da pobreza e do desemprego, com o aproveitamento das habilidades profissionais de cada um deles.
Especificou que serão oferecidos kits profissionais de corte e costura, carpintaria, recauchutagem, serralharia, cabeleireiro, entre outros, sendo que os beneficiários terão, numa primeira fase, acesso à formação de empre-endedorismo, para utilização racional dos meios.
Marcos Chiquemba Cassongo deu a conhecer que o projecto, financiado pelo Governo, enquadra-se na política de reintegração na vida económico-social da pessoa com deficiência física que ainda enfrenta sérios problemas.
“Infelizmente às pessoas têm sempre a ideia de que a deficiência está ligada à pobreza”, disse o responsável da LARDEF.

Tempo

Multimédia