Sociedade

Livro com propostas para casas de adobe

Victorino Joaquim |

O livro “Materiais de construção alternativos para a construção de vivendas em Angola”, da autoria do professor universitário Jorge Rufino, é lançado, quinta-feira, no Memorial Dr. António Agostinho Neto.

O livro, produzido pela Editora Das Letras, chega ao mercado com o objectivo de  despertar a sociedade e também o Executivo sobre a importância da utilização de materiais de construção opcionais para massificar a construção de casas de adobe.
O livro é apresentado pelo jornalista Adalberto Lourenço, numa cerimónia que inclui momentos de cultura, com a actuação de grupos de dança e de músicos.
A obra, com 233 páginas, é um trabalho científico que apresenta propostas que concorrem para a melhoria dos materiais e a qualidade de construção de moradias previstas nos planos de desenvolvimento da província do Uíge. Numa primeira fase vão ser editados 500 exemplares do livro, que dá ênfase às condições socioculturais, económicas, climáticas e ambientais do Uíge.
O livro é resultado do trabalho de doutoramento do autor, que, inicialmente, começou por identificar os principais problemas e deficiências construtivas mais frequentes na construção de moradias e, posteriormente, passou a procurar as soluções, encontradas com a criação de uma combinação de cinzas, bagaço de cana-de-açúcar com terra e cal. A combinação melhorou a resistência e a aparência dos materiais para edificar moradias, dando maior durabilidade. Jorge Rufino disse a este  jornal que, no momento de crise financeira que o país vive, onde a procura de habitação é cada vez maior, a obra pode ajudar o Executivo a reduzir os custos de construção de moradias.

Tempo

Multimédia