Sociedade

Livro sobre serpentes é lançado em Luanda

O Livro “Serpentes em Angola, uma visão toxinológica e clínica dos envenenamentos”, da autoria da médica Paula de Oliveira, é lançado, na próxima terça-feira, na Universidade Jean Piaget, em Viana, província de Luanda.

Paula de Oliveira é especialista em toxicologia
Fotografia: Edições Novembro

O livro da médica, que lidera um projecto para a criação de um soro antiofídico para vítimas de mordeduras de serpentes, constitui uma importante ferramenta para profissionais de saúde e público em geral, por juntar "muita informação científica, técnica e pedagógica”.
Decana da Faculdade de Medicina da Universidade Katiavala Buila, Paula de Oliveira é pesquisadora do Centro de Investigação e Informação de Medicamentos e Toxicologia da Faculdade de Medicina da Universidade Lueji A'nkode, em Malanje.
A obra, editada em Portugal pela Glaciar, tem 159 páginas e resulta de um trabalho de três anos, realizado por uma equipa de que é líder, que se dedica à  investigação para a criação de um soro com objectivo de evitar mortes provocadas por mordeduras de serpentes.
O trabalho da equipa liderada por Paula de Oliveira já recebeu em dois anos consecutivos duas medalhas de ouro na Feira de Ideias, Inovação e Novos Produtos, realizada anualmente na cidade alemã de Nuremberga.
A médica dá enfase, no seu livro, ao facto de mais de 30 mil pessoas serem vítimas, anualmente, de picadas de serpentes venenosas, sobretudo em zonas rurais. Muitas destas pessoas  acabam mesmo por merrer nem consequência das picadas das cobras.
Paula de Oliveira é licenciada pela Universidade Jean Piaget e tem uma pós-graduação em ultrassonografia ginecológica e obstétrica e em medicina interna.É doutoranda em farmácia, com especialidade em toxicologia, na Universidade do Porto.

Tempo

Multimédia