Sociedade

Mais de 80 mil cidadãos concorrem a dez mil vagas na educação

Oitenta mil quinhentos e trinta e duas pessoas candidataram-se para preencher as dez mil vagas disponibilizadas pelo Ministério da Educação (MED) para 2019.

Fotografia: DR

O dado foi avançado hoje (sexta-feira), à Angop pela Directora dos Recursos Humanos do MED, Laudemira Sousa, acrescentando que a cifra representa as 18 províncias do país, afectas ao ensino primário, I e II ciclo, correspondente a 23.961 do Bengo, 2.957 para Namibe, 2.691 Lunda Norte, 2.824 Cuanza Norte, 2.270 Cabinda, 2.542 Benguela e 2.456 Bié.

Malanje conta com 6.694 inscritos, Cuando Cubango (4.837), Cuanza Sul, (4.744), 3.104 correspondem a Huíla, Zaire (3.600), Lunda Sul (3.267), Huambo (9.969), Uíge (1.880), Moxico (1.021), Cunene mil(1.133) e Luanda (342).

Os exames de admissão acontecerão no dia 15 do corrente mês. Em 2018 foram admitidos, por via de concurso público, mais de 18 mil docentes para o ensino geral. Com a inclusão dos técnicos no sistema escolar, já a partir do ano lectivo de 2019, o país passou a contar com aproximadamente 78 mil professores, permitindo um maior equilíbrio no rácio professor/aluno.

Em despacho presidencial, o Presidente da República, João Lourenço, orientou a realização de concursos públicos anualmente.

 

Tempo

Multimédia