Sociedade

Mais três pessoas morreram de Covid-19, sete estão infectados e dois recuperaram

Edivaldo Cristóvão

Angola registou, nas últimas 24 horas, mais três mortes por Covid-19, elevando para 78 o número de óbitos e mais sete foram infectadas, perfazendo 1.679 casos positivos, anunciou o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

Secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.
Fotografia: Miqueias Machangongo | Edições Novembro

De acordo com o governante, todos os caos positivos foram notificados em Luanda, nas localidades de Cacuaco, Rangel, Cazenga e Viana, com idades compreendidas entre 35 a 55 anos, dos quais cinco homens e duas mulheres.

Franco Mufinda que falava durante a apresentação dos dados da Covid-19, revelou que dos 1.030 doentes activos, quatro estão em estado critico com ventilação mecânica invasiva, 21 graves, 22 moderados e 950 assintomáticos.

Ainda hoje, disse, foram recuperados mais duas pessoas o que perfaz um total de 569 pessoas livres da doença desde o início da pandemia no país. Em relação aos óbitos, Franco Mufinda realçou que as vítimas têm 19, 33 e 69 anos e são todas do sexo masculino. Quanto à situação epidemiológica, o país soma 1.679 casos positivos, 81 óbitos, 571 recuperados.

De acordo com o secretário de Estado, 895 pessoas estão em quarentena institucional e 4.132 contactos estão sob vigilância epidemiológica. Franco Mufinda informou que 67 por cento das pessoas infectadas são do sexo masculino. No domínio da quarenta institucional, foram dadas altas a 36 pessoas, sendo 20 em Luanda, sete no Uíge, quatro no Cuanza-Sul, três no Bié, um no Cuando Cubango e igual número na província do Cunene.

O Governo anunciou, recentemente, que os casos positivos de Covid-19 que não manifestam sintomas da doença passam a cumprir isolamento domiciliar. O mesmo acontece com os viajantes que entram no país com um teste molecular negativo.

Tempo

Multimédia