Sociedade

Mais professores com casas garantidas

O Ministério da Educação deu início, na sexta-feira, a um projecto habitacional, denominado Oásis, por via do qual vão ser construídos no Zango Três, município de Viana, 200 moradias T3 e T5 para professores da província de Luanda.

Muitos docentes continuam à espera da concretização do sonho da casa própria
Fotografia: Contreiras Pipas | Edições Novembro

As moradias sociais vão juntar-se a cerca de 1.500 casas já construídas, no âmbito de outro projecto nos Zango Zero, Dois e Três, e que ainda não estão habitadas.
Na sexta-feira, o ministro da Educação, Pinda Simão, deslocou-se ao Zango, onde fez o lançamento da primeira pedra para o início do projecto e a entrega simbólica das chaves a três dos cerca de 1.500 beneficiários das moradias já construídas. João Cipriano, assistente de Informação e Marketing do Ministério da Educação, disse que o projecto habitacional foi criado pelo facto de um número significativo de professores não terem concretizado ainda o sonho da casa própria.
Antes de deixar o Zango, o ministro Pinda Simão visitou uma clínica, criada no âmbito do projecto habitacional para atender os professores e seus familiares. O Ministério da Educação, preocupado com o défice de professores em municípios como os da Quiçama e Icolo e Bengo, procura atrair docentes para essas áreas, tradicionalmente rurais, através da criação de condições de habitação condignas.

Tempo

Multimédia