Sociedade

Marcha assinala elevação a Património Mundial

Fernando Neto | Mbanza Kongo

Centenas de pessoas participaram numa marcha nas ruas de Mbanza Kongo, para assinalar o primeiro aniversário da elevação da capital do Zaire a Património Mundial.

Fotografia: DR

A marcha teve como lema “A Cultura fortalece a Nação” e contou com a participação de membros do governo, autoridades tradicionais, professores, estudantes e artistas, que pronunciavam em coro: “Todos somos Mbanza Kongo e somos Angola”
e “A Cultura fortalece a Nação. Mais cultura mais Angola”. A marcha partiu
do Kulumbimbi - ruínas da primeira Igreja Católica a Sul do Equador - passou pelo Hospital Provincial,
no bairro Martins Quidito, rua 8 de Julho, Largo do Nsongo, mercado Nosso Super e culminou no Museu dos Reis do Kongo.
António Kialunguila, um dos membros da comissão organizadora, defendeu mais divulgação da cultura material e imaterial do centro histórico de Mbanza Kongo, um legado que,
na sua opinião, deve ser preservado com o auxílio de todos os estratos da sociedade. A cidade histórica de Mbanza Kongo foi elevada à categoria de Património Mundial pela Unesco no dia 8 de Julho de 2017, numa cerimónia realizada na cidade de Cracóvia, Polónia.

Tempo

Multimédia