Sociedade

Meliante morto durante assalto na via pública

André da Costa

Um marginal considerado “altamente perigoso” foi morto, na madrugada de quarta-feira, no bairro Encoal, distrito urbano da Sapú, município do Kilamba Kiaxi, província de Luanda, por um indivíduo ainda não identificado, quando tentava assaltar na via pública.

Fotografia: DR

Um marginal considerado “altamente perigoso” foi morto, na madrugada de quarta-feira, no bairro Encoal, distrito urbano da Sapú, município do Kilamba Kiaxi, província de Luanda, por um indivíduo ainda não identificado, quando tentava assaltar na via pública.    
Pedro Lumera, 24 anos, pretendia roubar o telemóvel e a carteira de documentos de um cidadão, mas os seus intentos foram gorados por ter passado pelo local um homem, supostamente agente da Polícia, que disparou contra ele.
O assaltante ainda foi transportado para uma unidade hospitalar, onde veio a falecer. Depois da morte, várias pessoas escreveram nas redes sociais que chegaram a ser assaltadas por aquele jovem delinquente.
Rosa José, uma das vítimas, escreveu que Pedro Lumera tirava o sossego aos moradores do bairro Encoal, informação confirmada por Tomás Adão, também morador do mesmo bairro.
Tomás Adão acentuou que Pedro Lumera era um jovem que se dedicava à criminalidade “a tempo inteiro” em Luanda.
Uma fonte do Serviço de Investigação Criminal (SIC) no município do Kilamba Kiaxi disse ontem ao Jornal de Angola que Pedro Lumera tinha mais de 20 queixas-crime, entre homicídios voluntários, violações e assaltos à mão armada na via pública e a moradias. 
Também na quarta-feira, um grupo de meliantes matou a tiro, no  município do Cazenga, Domingos Bartolomeu, de 50 anos, durante um assalto a uma cantina de que a vítima era um guarda. O homicídio ocorreu no bairro da Mabor, rua da Lavilage, depois da meia-noite. Atingido no pescoço, o guarda ainda foi transportado para um hospital público, onde o óbito foi declarado.
No mesmo dia, o jovem Mário dos Santos, 22 anos, foi morto a tiro, no bairro Dangereux, Distrito Urbano do Camama, município de Talatona, depois de ter oferecido resistência durante um assalto protagonizado por um grupo de marginais que pretendia ficar com os pertences da vítima.
No bairro Mulundo, comuna da Funda, a Polícia deteve Valdemiro Fernandes, 36 anos, por ter assassinado a filha de um ano, com recurso a um pau.
A Polícia Nacional disse que Valdemiro Fernandes utilizou a arma branca para desferir contra a mulher com quem discutia, por volta das 04H10 da passada quarta-feira. Acidentalmente, um dos golpes atingiu a filha de um ano, que teve morte imediata.

Tempo

Multimédia