Sociedade

Meliantes condenados por tentativa de assalto

André da Costa

Paulo Domingos, Sebastião Mateus e António André foram condenados há dias pelo Tribunal Provincial de Luanda, na pena de seis meses de prisão, por tentativa de assalto a uma loja de venda de telemóveis.

Parte frontal do Palácio Dona Ana Joaquina onde se registam vários julgamentos
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

A loja, pertencente a uma operadora do ramo da telefonia móvel, está localizada no bairro Tala Hady, município do Cazenga, província de Luanda.

De acordo com o Serviço de Investigação Criminal, para concretizar o plano, os meliantes, em plena manhã, fizeram-se transportar numa viatura de marca Toyota, modelo Starlet, de cor vermelha, e se dirigiram à loja, onde, com recurso a uma arma de fogo, do tipo AKM, se preparavam para o assalto.

Desconfiando das movimentações estranhas dos três meliantes, os moradores das redondezas pediram a intervenção dos agentes do Serviço de Investigação Criminal (SIC-Luanda), que apareceram no local minutos depois.

Na sequência das diligências levadas a cabo foram detidos três meliantes, que foram submetidos a julgamento sumário, cujo desfecho resultou na prisão efectiva, de seis meses.

De acordo com o SIC, os meliantes pretendiam roubar telefones e dinheiro, mediante ameaça com arma de fogo, aos funcionários e clientes.

A fonte do SIC assegurou que muitos meliantes aproveitaram o Estado de Emergência para assaltar cidadãos na via pública e em residências.

Informou que o Serviço de Investigação Criminal tem feito esforços para o esclarecimento de vários crimes, como roubos, furtos, assaltos em residências, homicídios voluntários, ofensas corporais e violações sexuais.

Bebé retirado com vida num contentor de lixo

Uma criança, de aproximadamente dois meses, do sexo masculino, foi retirada com vida no interior de um contentor de lixo, localizado no bairro Kimbango, no Distrito Urbano do Palanca, município do Kilamba Kiaxi, em Luanda.

O porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, Faustino Minguéns, disse ontem, ao Jornal de Angola, que a criança foi retirada do contentor de lixo por volta das 18 horas de domingo, altura em que os populares ligaram, dando conta da ocorrência.

O responsável informou que a criança tinha os sinais vitais, pelo que foi encaminhada ao Hospital Pediátrico David Bernardino, onde ficou sob cuidados médicos.

Faustino Minguéns informou que a mãe da criança ainda não foi identificada e que o Serviço de Investigação Criminal, o Instituto Nacional da Criança e o Ministério da Acção Social, Família e Promoção do Género estão a par da situação, para os devidos procedimentos.

Durante o final de semana, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros registou em Luanda a ocorrência de seis incêndios, 24 socorros de cidadãos para unidades hospitalares, duas aberturas de portas bloqueadas e uma desobstrução na via pública.

Tempo

Multimédia