Sociedade

Menor asfixiada até à morte pelo ex-namorado da irmã

Marcelino Wambo | Huambo

Uma criança de quatro anos de idade foi asfixiada até à morte, no bairro de Calombingo, arredores da cidade do Huambo, supostamente pelo ex-namorado da irmã mais velha, por não aceitar o fim da relação amorosa, soube o Jornal de Angola de fonte familiar.

Vista da cidade do Huambo onde ocorreu um crime chocante
Fotografia: Francisco Lopes | Edições Novembro

Verónica Jamba, familiar da vítima, disse ao Jornal de Angola que o suposto autor do crime, conhecido apenas por “Tady”, de 20 anos, residente no bairro do Kalundo, sector Xavier Samacau, foi visto pelos vizinhos a levar a menor depois de a ter aliciado com guloseimas e no dia seguinte, a mesma apareceu morta nas margens do riacho (Calombingo), com sinais visíveis de escoriações na cabeça e pescoço.
O suposto autor do crime já está sob custódia do Serviço de Investigação Criminal (SIC), para se apurar à veracidade dos factos e recolha de mais elementos para a formalização do processo judicial e posterior responsabilização criminal, pelo caso que chocou a sociedade.
Segundo testemunhas, a jovem decidiu terminar a relação com o namorado, devido as recorrentes ameaças de morte que proferia, o que levou a família supor tratar-se de um caso de retaliação da parte do suposto infanticida.
Gabriel Tchissingui Antunes, 60 anos, residente no bairro, apelou à coesão entre as famílias para se combater este mal, já que muitos destes comportamentos desviantes são do conhecimento das próprias famílias que não os denunciam às autoridades.

Tempo

Multimédia